Morre vereador e cantor gospel Irmão Lázaro, vítima de complicações da covid-19


 O Vereador de Salvador, Irmão Lázaro morreu nesta sexta-feira (19) em Feira de Santana, onde estava internado em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital.
Oparlamentar estava no hospital há cerca de um mês por conta das complicações causadas pela covid-19.
A informação da morte de Lázaro foi confirmada por sua filha, Marta Silva, nas redes sociais. Logo em seguida, a assessoria de imprensa de Lázaro também confirmou a morte.
"Hoje a pessoa mais importante da minha vida se foi, o homem que eu mais amei e continuarei amando o resto da vida!!”, anunciou a filha do político e artista gospel."
Por volta de , o perfil oficial do artista e político postou sobre 

O pastor Josué Brandão, líder da igreja frequentada por Irmão Lázaro, fez uma transmissão ao vivo onde pediu orações para a família e especialmente os pais do cantor e político. Piora nos últimos dias O estado de saúde de Irmão Lázaro piorou nos últimos dias 

Nesta sexta-feira (19), mais cedo, a assessoria do pastor informou que o quadro seguia muito delicado. Ele estava internado desde 25 de fevereiro. E precisou ser intubado por causa das complicações causadas pela doença.

Irmão Lázaro tinha 54 anos e iniciou sua carreira como cantor da banda Olodum. Dono de diversos hits na maior banda de samba-reggae da Bahia, Lázaro dividia com Pierre Onassis os vocais na celebrada "Miss Her".

Posteriormente, Lázaro se converteu para a igreja evangélica e consolidou sua carreira artística na música gospel. Um dos diferenciais foi justamente levar para dentro da igreja o ritmo que o consagrou fora dela. Uma das suas músicas religiosas de maior sucesso é justamente uma versão de Miss Her, "Eu sou de Jesus




Luto e tristeza em Conquista: Morre o prefeito Herzem Gusmão


 É com profundo pesar que o Blog do Rodrigo Ferraz informa sobre a morte de Herzem Gusmão, prefeito de Vitória da Conquista. Herzem estava tratando de complicações causadas após se infectar pelo novo coronavírus. O prefeito estava internado no Hospital Sírio Libanês, na capital paulista desde o dia 26 de dezembro.

Ao longo desses quase três meses, o quadro de saúde do prefeito variou bastante, apresentando diversas melhoras. Mas nas últimas semanas o quadro clínico foi apresentando pioras. Ele tinha diabetes e histórico de fumante.

No início de dezembro foi diagnosticado com Covid-19 ainda em Vitória da Conquista. Chegou a ser internado no Hospital Samur, também em Conquista. Mas no dia 26 de dezembro foi transferido para São Paulo, onde apresentava quadros clínicos variados. Mas no dia 06 de março Herzem precisou retornar para UTI. Já no dia 12 o quadro piorou e foi preciso intubar o paciente. E desde então tinha evoluído desfavoravelmente, necessitando de mais oxigênio e antibióticos em maior quantidade e potência.

Mesmo com a equipe médica atuando de todas as formas possíveis para assegurar as funções vitais de Herzem Gusmão, o paciente não resistiu e veio a óbito.

Herzem Gusmão tinha 72 anos de idade. Foi eleito prefeito de Vitória da Conquista em 2016 e reeleito em 2020. Antes chegou a assumir uma das cadeiras da Assembleia Legislativa da Bahia. Ele era casado com dona Luci Gusmão. Pai de três filhos e avô de um neto.

Vitória da Conquista e toda a Bahia perde um grande líder político.

Auxílio emergencial tem novas regras; veja quem pode receber


 O novo auxílio emergencial vai beneficiar 45,6 milhões de pessoas, com valor médio de R$ 250, pagos em quatro parcelas mensais a partir de abril. A Medida Provisória que define o pagamento do benefício foi encaminhada nesta quinta-feira (18) pelo presidente Jair Bolsonaro ao Congresso Nacional. 

O calendário com as datas de pagamento ainda será divulgado pelo Ministério da Cidadania, responsável pelo gestão do benefício, e pela Caixa. O grupo do Bolsa Família começa a receber no dia 16 de abril, de acordo com o cronograma do programa.

O auxílio emergencial 2021 será limitado a uma pessoa por família em média em quatro parcelas de R$ 250, sendo que mulher chefe de família terá direito a R$ 375, enquanto o indivíduo que mora sozinho – família unipessoal – receberá R$ 150.

O benefício de 2021 será pago somente a famílias com renda per capita de até meio salário mínimo e renda mensal total de até três salários mínimos. A Medida Provisória do benefício ainda prevê outros critérios de elegibilidade.

Veja as regras para receber o novo auxílio emergencial

Quem pode receber

- Trabalhadores informais;  

-  Desempregados;

- Microempreendedores individuais (MEI); 

- Contribuinte individual da Previdência Social;

- Famílias com renda per capita de até meio salário mínimo (R$ 550) e renda mensal total de até três salários mínimos (R$ 3.300);

- Para o público do Bolsa Família, segue valendo a regra quanto ao valor mais vantajoso a ser recebido entre o programa e o auxílio emergencial 2021;

- Os integrantes do Bolsa Família receberão o benefício com maior parcela;

Quem não pode receber 

- Os trabalhadores formais continuam impedidos de solicitar o auxílio emergencial;

- Cidadãos que recebam benefício previdenciário, assistencial ou trabalhista ou de programa de transferência de renda federal, com exceção do Programa Bolsa Família e do PIS/PASEP, não fazem parte do público que receberá as parcelas de R$ 250;

- As pessoas que não movimentaram os valores do auxílio emergencial e sua extensão, disponibilizados na poupança digital em 2020, não terão direito ao novo benefício;

- Quem estiver com o auxílio emergencial de 2020 cancelado no momento da avaliação de elegibilidade para 2021 também não receberá


- Estão excluídos os residentes médicos, multiprofissionais, beneficiários de bolsas de estudo, estagiários e similares;

- Quem teve rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2019, ou tinha em 31 de dezembro daquele ano a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300 mil, ou tenha recebido em 2019 rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte superior a R$ 40 mil, não poderá solicitar o novo benefício;

- Pessoas com menos de 18 anos – exceto mães adolescentes;

- Quem estiver no sistema carcerário em regime fechado ou tenha seu CPF vinculado, como instituidor, à concessão de auxílio-reclusão;

- Quem tiver indicativo de óbito nas bases de dados do governo federal ou tenha seu CPF vinculado, como instituidor, à concessão de pensão por morte.

Pagamento

A maior parte do público do auxílio emergencial deve receber a menor cota do benefício, no valor de R$ 150. Serão cerca de 20 milhões de famílias - 43% do total de contemplados estimado na nova rodada - na categoria "unipessoal", isto é, composta por apenas uma única pessoa.

Outras 16,7 milhões de famílias têm mais de um integrante e vão receber R$ 250. Já a maior cota, de R$ 375, deve ser paga a cerca de 9,3 milhões de mulheres que são as únicas provedoras de suas famílias. O pagamento das novas parcelas do auxílio está previsto para começar em abril. Fonte: R7


Major Olimpio, líder do PSL no Senado, morre vítima da Covid-19


 O senador Sérgio Olimpio Gomes, conhecido como Major Olimpio (PSL-SP), morreu nesta quinta-feira (18) devido a consequências da Covid-19, aos 58 anos. A informação foi confirmada nas redes sociais do parlamentar.

Com muita dor no coração, comunicamos a morte cerebral do grande pai, irmão e amigo, Senador Major Olimpio. Por lei a família terá que aguardar 12 horas para confirmação do óbito e está verificando quais órgãos serão doados. Obrigado por tudo que fez por nós, pelo nosso Brasil“, diz a mensagem divulgada no Twitter do senador.

Diagnosticado com o vírus no dia 2 de março, o líder do PSL no Senado foi intubado duas vezes, uma no dia 6 de março, da qual se recuperou e foi extubado no dia 9, e a segunda no dia 10.

A infecção pelo novo coronavírus pode ter acontecido em uma visita ao Congresso Nacional com o objetivo de pedir verbas para emendas parlamentares. O senador estava internado no Hospital São Camilo, em São Paulo.

Olimpio foi o terceiro senador brasileiro que morreu por causa da Covid-19. Em fevereiro, José Maranhão (MDB-PB) morreu por causa de complicações decorrentes da doença. Em outubro, Arolde de Oliveira, do PSD do Rio de Janeiro, morreu após contrair o novo coronavírus.

TRAGETÓRIA POLÍTICA

Olimpio nasceu em Presidente Venceslau, cidade no interior do estado de São Paulo. Se formou como policial militar aos 20 anos e exerceu a função por 29 anos. Ele se elegeu a um cargo público pela primeira vez em 2006, como deputado estadual pelo Partido Verde de São Paulo. Ele permaneceu na legenda até 2010, quando filiou-se ao Partido Democrático Trabalhista (PDT).

O parlamentar ascendeu defendendo a melhora na remuneração de policiais, utilizando slogans como “Polícia nota 10, salário nota 0”. No PDT fez oposição ao PSDB de São Paulo durante seus mandatos como deputado estadual. Em seu segundo mandato, foi líder do partido na Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo).

O major desligou-se do partido em 2015, quando juntou-se ao recém-criado PMB (Partido da Mulher Brasileira), e, quatro meses depois, ao Solidariedade (SD). No mesmo ano ele assumiu seu mandato de deputado federal.

CNN Brasil

Tragédia: Sobe para 6 o número de mortos em grave acidente na PE-360 em Floresta, PE

Por  : blogdoelvis.com.br
 
 Um acidente envolvendo um carro e um caminhão carregado de acerola deixou seis mortos, incluindo um bebê que ainda estava no ventre da mãe. A fatalidade aconteceu na madrugada desta quinta-feira (18) em Floresta, no Sertão de Pernambuco. De acordo com informações apuradas pelo Blog do Elvis, a colisão frontal aconteceu na “Curva do Airi”, local bastante conhecido pela falta de sinalização e que já ceifou a vida de muitas pessoas.
Uma das vítimas fatais era Ionara Maria de Sá Silva (grávida de 4 meses de uma menina). Ela ainda chegou a ser socorrida e levada para o hospital Coronel Álvaro Ferraz, mas nem ela, nem o bebê resistiram. Ionara deixa um filho de um ano.
Outra das vítima fatais identificadas se chama Hélio de Sá Ferreira Guimarães. Ele dirigia o carro com os passageiros que faziam tratamento de saúde no Recife e ficou preso nas ferragens no momento da colisão. Hélio e outros pacientes saíram de Recife, capital de Pernambuco, na noite desta quarta-feira (17) sentido Floresta quando o acidente aconteceu.
As vítimas foram socorridas para o hospital Coronel Álvaro Ferraz, em Floresta, PE. Ao todo três pessoas também ficaram gravemente; Um sobrevivente que estava no carro Tratamento fora de domicílio (TFD) de Floresta, o motorista do caminhão e um rapaz que o acompanhava. Todos foram transferidos para o Hospital Regional do Agreste.

Até o momento foram identificadas as seguintes vítimas fatais:

Hélio de Sá Ferreira Guimarães (motorista da Prefeitura);

Charles Rian de Sá Menezes, 18 anos;

Ionara Maria de Sá Silva (grávida de 4 meses, o bebê também morreu), 19 anos;

Helena Maria dos Santos, 49 anos;

Maria da Saúde de S. Menezes, 58 anos.

As causas do acidente ainda são desconhecidas.

Assista ao vídeo do acidente: