Salvador define taxa de ocupação em 75% para retomada das aulas presenciais; veja critérios


 Salvador definiu em decreto que a taxa de ocupação para a retomada das atividades presenciais na capital baiana seja 75% para leitos adulto, exclusivos para pacientes com coronavírus, conforme publicação no Diário Oficial deste domingo (18).

Atualmente, a taxa de ocupação para leitos Covid-19 adulto é 77%, dois a mais o que projeta a prefeitura. 

Além disso, haverá uma tolerância de até 5%, desde que, nos três dias que antecederem a retomada, seja observada a tendência dos comportamentos relacionados em pelo menos dois dos seguintes indicadores, como estabilidade ou queda na ocupação de leitos; estabilidade ou queda na média móvel de novos casos de Covid-19 confirmados; estabilidade ou queda na média móvel de casos ativos da doença; estabilidade ou queda na taxa de transmissão; e incremento no percentual de professores vacinados.

A evolução do processo de vacinação da população contra Covid-19 também se constitui em fator de grande relevância para a avaliação da possibilidade de retomada das atividades escolares.

As atividades escolares presenciais poderão ser suspensas quando, ao final do período de 14 dias após a reabertura, a taxa de ocupação de leitos de UTI Covid-19, adultos, em Salvador, for superior ao indicador