Auxilio emergencial é prorrogado por mais 4 parcelas de 300


O Presidente Jair Bolsonaro acaba de anunciar uma nova prorrogação do Auxílio Emergencial para os trabalhadores que perderam sua renda devido à pandemia da covid-19. O programa agora vai até dezembro, com quatro novas parcelas confirmadas no valor de R$ 300.

"Agora resolvemos prorrogar o auxílio por medida provisória até o final do ano. O valor definido agora há pouco é um pouco superior a 50% do Bolsa Família: R$ 300 reais", comentou Bolsonaro em coletiva.

O Auxílio Emergencial foi criado em abril para evitar uma crise econômica aprofundada e vinha sendo pago através da Caixa Econômica Federal em parcelas de R$ 600. A partir de agora, os beneficiários receberão metade do valor original.

"O valor de R$ 600, como vínhamos fazendo, é muito para quem paga, no caso o Brasil. Podemos dizer que não é um valor suficiente muitas vezes para todas as necessidades, mas basicamente atende", finalizou o presidente.

Segundo o G1, o novo valor foi definido em reunião com ministros e parlamentares aliados no Palácio da Alvorada. O Auxílio Emergencial já tinha sido prorrogado uma vez, contemplando os trabalhadores informais com mais 2 parcelas de R$ 600, o que gerou uma discussão entre os aliados do governo sobre o valor pago.

Além da prorrogação e do novo valor não foi confirmada qualquer outra mudança no Auxílio Emergencial. Nas próximas semanas, a Caixa deve confirmar o calendário para as novas parcelas de R$ 300 e apresentar mais detalhes sobre os pagamentos.