Chorrochó-BA : Sem poder trabalhar, ambulantes e feirantes estão sem apoio da prefeitura.


Após treze dias da decretação de quarentena na cidade de Chorrochó localizada  no sertão da Bahia   devido à pandemia de coronavírus, trabalhadores ambulantes (feirantes )estão desesperados com a falta de apoio do prefeito Humberto Gomes (PP) . O decreto vale por 15 dias  , mas pode ser prorrogado.
 Nenhuma medida para auxiliar os ambulantes  foi anunciada pela prefeitura e eles dizem não saber como vão se manter sem a única fonte de renda. Mesmo com medo da contaminação pelo coronavírus, alguns cogitam voltar  a feira  se não houver medidas de apoio à sobrevivência. O prefeito deu entrevista a uma FM da região e falou que esta há 11 dias  em sua roça(sitio)  com medo da contaminação. 
Porem o povo precisa pagar suas contas para se manterem e como todos sabemos a barriga não espera .
“Suspendeu nosso trabalho, mas não suspendeu as nossas contas. Aluguel, água, luz, alimentação, remédios. A gente trabalha de dia para comer a noite. O prefeito baixou o decreto e nos deixou ao Deus-dará”, disse um dos feirantes do município.
ENTREVISTA DO PREFEITO NA FM SERTANEJA-PARTE 2

                                  ENTREVISTA DO PREFEITO NA FM SERTANEJA-PARTE 1