Advogado Isac de Oliveira: “As filas do medo”

Paulo Afonso -BA
A pandemia decorrente do COVID-19 é o assunto que mais se fala e que atormenta o mundo, entretanto, uma fatia grande da sociedade parece se fazer de desentendida ou talvez se ache imune ao vírus, isto se constata claramente nas filas em frente a Caixa Econômica Federal e nas Casas Lotéricas. Vide as fotografias.

As pessoas desesperadas para receberem a ajuda de emergência, praticamente se abraçam umas às outras – de tão próximas que ficam – umas com máscaras, outras não, uns são idosos, outros crianças, homens e mulheres de todas as idades.

O problema é que ao tempo em que estamos trancados em casa, ou saindo só o extremamente necessário, uma grande parte da população vai as ruas e lá fica por horas  – como se pode dizer – amontoadas! Não adianta fechar o comércio, os serviços, formar as barreiras sanitárias, obrigar o uso de máscaras em supermercados, farmácias e não cuidar da orientação das pessoas nas filas dos bancos.

Urge que a guarda municipal se instale onde tiver atendimento bancário, para orientar as pessoas se distanciarem uma das outras. Fica aqui um apelo ao Exm° Prefeito e o Senhor Secretário de Saúde, aproveito do ensejo para expressar meus sentimentos de reconhecimento pelo esforço que tem sido feito por parte do executivo municipal.