Juazeiro tem dois casos de mortes por H1N1 confirmados

A Secretaria de Saúde de Juazeiro (BA) divulgou nota, hoje (13), solicitando aos pais e responsáveis por crianças em idade de seis meses a menor de seis anos a buscarem a Unidade Básica de Saúde mais próxima de sua residência para imunização deste grupo contra o vírus H1N1, H3N2 e Influenza B. Esta solicitação tem em consideração os números de casos suspeitos, confirmados e número de óbitos decorrentes da infecção pelo vírus influenza.
A Superintendência de Vigilância em Saúde alerta aos pais e responsáveis das crianças  que verifiquem os cartões de vacina e procurem as unidades de saúde para ser administrada a segunda dose da vacina contra a Influenza após 30 dias da aplicação da primeira dose, caso não tenha sido feita e registrada no cartão da  vacina“, diz a Sesau.
Segundo a Sesau, Até esta quinta-feira (13) Juazeiro registra 15 casos suspeitos, sendo que destes, cinco casos já estão confirmados e dois óbitos já foram confirmados por decorrência da infecção pelo vírus influenza.
Sintomas
Falta de ar, cansaço, tosse ou dor de garganta e febre. A orientação da Secretaria da Saúde é para que o paciente dirija-se imediatamente a Unidade de Saúde mais próxima.

Ator e seus pais são mortos ao visitar família da namorada

O ator  Rafael Henrique Miguel , de 22 anos, e seus pais morreram após serem baleados por volta das 13h55 deste domingo (9) na Estrada do Alvarenga, no bairro da Pedreira, na Zona Sul da capital paulista. Ele interpretou o personagem Paçoca, na novela Chiquititas e trabalhou no comercial em que uma criança pede brócolis à mãe.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública, Rafael, acompanhado de seus pais, João Alcisio Miguel, de 52 anos, e Miriam Selma Miguel, de 50, foram conversar com o pai da namorada dele sobre o namoro. Eles foram recebidos pela jovem e sua mãe.

Durante a conversa, o comerciante Paulo Curpertino Matias, de 48 anos, chegou ao local armado e atirou nas três vítimas, que morreram no local. O autor fugiu. Foi solicitada perícia ao local e carro de cadáver. O caso foi registrado como homicídio consumado no 98º DP