Juíza quebra sigilo de dados de celulares do agressor de Bolsonaro

A juíza Patrícia Alencar Teixeira de Carvalho, da 2ª Vara Federal de Juiz de Fora, autorizou a quebra do sigilo dos dados de quatro celulares e um notebook usados por Adélio Bispo de Oliveira, autor do atentado ao candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro.
Com a decisão, a Polícia Federal poderá rastrear ligações, mensagens e contatos que Adélio fez antes do atentado, gravados na memória dos aparelhos.
Ainda não há decisão sobre eventual quebra de sigilos bancário e telefônico, que poderia revelar transações financeiras e ligações recebidas ou efetuadas em períodos específicos.
O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, disse nesta sexta (7) que Adélio pode ter agido sozinho, mas a PF investiga outros dois suspeitos, que podem ter colaborado com o atentado.
Os investigadores que acompanham de perto o caso dizem que há "possibilidade do agressor ter recebido treinamento ou auxílio de organização criminosa".
A juíza Patrícia Alencar Teixeira de Carvalho, da 2ª Vara Federal de Juiz de Fora, autorizou a quebra do sigilo dos dados de quatro celulares e um notebook usados por Adélio Bispo de Oliveira, autor do atentado ao candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro.
Com a decisão, a Polícia Federal poderá rastrear ligações, mensagens e contatos que Adélio fez antes do atentado, gravados na memória dos aparelhos.
Ainda não há decisão sobre eventual quebra de sigilos bancário e telefônico, que poderia revelar transações financeiras e ligações recebidas ou efetuadas em períodos específicos.
O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, disse nesta sexta (7) que Adélio pode ter agido sozinho, mas a PF investiga outros dois suspeitos, que podem ter colaborado com o atentado.
Os investigadores que acompanham de perto o caso dizem que há "possibilidade do agressor ter recebido treinamento ou auxílio de organização criminosa". G1

Candidatos cancelam agenda de campanha em solidariedade a Bolsonaro

Candidatos à Presidência da República cancelaram compromissos de campanha que estavam agendados para esta sexta-feira em solidariedade a Jair Bolsonaro (PSL).

O tucano Geraldo Alckmin (PSDB) tinha uma viagem ao interior de São Paulo agendada, segundo o Globo. Marina Silva (Rede) informou que "devido às circunstâncias excepcionais, não terá agenda nesta sexta-feira (07), até segunda ordem".

Ciro Gomes (PDT) suspendeu as atividades que faria em Natal (RN) esta tarde. A agenda de compromissos para o sábado continua confirmada até o momento.

Fernando Haddad, candidato a vice na chapa presidencial do PT, na mesma linha, cancelou a participação que faria, na manhã desta sexta-feira, no Grito dos Excluídos, em São Paulo.

O candidato do PSL foi esfaqueado quando fazia campanha, em Juiz de Fora. Um suspeito foi detido. A facada atingiu o intestino, e o deputado passou por uma cirurgia para conter a hemorragia. (Via: Agência Brasil)

Celso de Mello nega pedido de Lula para suspender decisão sobre candidatura

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello decidiu rejeitar o pedido feito pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para suspender a decisão da Justiça Eleitoral que barrou, na semana passada, seu registro de candidatura à presidência da República nas eleições de outubro.

Na decisão, o ministro negou o recurso por motivos processuais. “Não conheço do pleito que objetiva, na espécie, a outorga de eficácia suspensiva ao recurso extraordinário interposto pelo ora requerente, eis que totalmente prematura a formulação”, decidiu.

A defesa alegou que há urgência no deferimento da liminar porque a campanha eleitoral está em curso e há possibilidade de a decisão do TSE ser derrubada.

Lula está preso desde 7 de abril na superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde cumpre pena de 12 anos e um mês imposta pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) no caso do triplex no Guarujá, em São Paulo. (Via: Agência Brasil)

Jair Bolsonaro é transferido para o Hospital Albert Einstein, em São Paulo

O candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL), atingido por uma facada durante ato de campanha em Minas Gerais nesta quinta-feira, foi levado para um hospital de São Paulo na manhã desta sexta-feira. O filho do parlamentar, Flávio Bolsonaro, confirmou que o pai teve condições de ser transferido já nesta manhã para o hospital Albert Einstein, em São Paulo, porque o quadro de saúde foi estabilizado.
Bolsonaro deixou a Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora, para onde foi levado após o ataque, por volta de 8h20 desta sexta-feira. O jatinho que o levava aterrissou em São Paulo pouco antes de 9h45.
Fonte : globo.com

Atacante do Bahia publica mensagem de apoio a Bolsonaro e divide torcedores

O atacante do Bahia Gilberto utilizou as redes sociais para publicar uma mensagem de apoio ao candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL), alvo de um atentado na tarde hoje (6), em Juiz de Fora-MG, durante campanha eleitoral. O atleta divulgou um card com a seguinte mensagem: "Força capitão! O Brasil precisa de você", escreveu. A mensagem ainda foi curtida pelo meia Zé Rafael e pelo zagueiro Tiago.
A mensagem dividiu torcedores tricolores entre apoiadores e pessoas contrárias ao candidato. "E eu que admirava você como jogador. Até nesse quesito vou passar a não admirar mais", escreveu um dos usuários do Instagram. "Vai voltar mais forte do que já estava!! #Presida", manifestou outro. metro1.com.br

Homem que esfaqueou Bolsonaro foi filiado ao PSOL por 7 anos

O homem acusado de esfaquear o candidato Jair Bolsonaro na tarde desta quinta-feira em Juiz de Fora (MG), Adelio Bispo de Oliveira, foi filiado ao PSOL de Uberaba (MG).
Ele esteve entre os filiados à legenda entre maio de 2007 e dezembro de 2014, quando pediu para deixar o partido. As informações constam do registro de filiados junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que pode ser baixado no site da corte eleitoral. (veja abaixo, clique para ampliar). Atualmente, ele não é filiado a nenhum partido político.
A partir de dados de Adelio Bispo de Oliveira divulgados pela polícia, como o nome de sua mãe e sua data de nascimento, é possível concluir que o número de sua inscrição eleitoral (destacado em vermelho acima) é o mesmo que aparece no registro do seu local de votação, em Uberaba (MG) (veja abaixo). Conclui-se, portanto, que não se trata de um homônimo, e sim do mesmo Bispo de Oliveira acusado do atentado contra o presidenciável.
O acusado também tem pendências com a Justiça Eleitoral. Em uma consulta a partir dos dados de Bispo de Oliveira, o serviço de emissão da certidão de quitação eleitoral do TSE informa: “Favor procurar o Cartório Eleitoral para regularizar a situação de sua inscrição.”veja.abril.com.br







Jair Bolsonaro leva facada durante ato de campanha em Juiz de Fora

Jair Bolsonaro, candidato do PSL à Presidência da República, foi atingido por uma faca durante um ato de campanha em Juiz de Fora, em Minas Gerais. O presidenciável foi atingido no intestino e operado na Santa Casa da cidade mineira. O quadro é estável. O suspeito do ataque, Adélio Bispo de Oliveira, de 40 anos, foi preso e está sendo custodiado em uma delegacia da Polícia Federal.


Presidentes do STF e do TSE se manifestam sobre ataque a Bolsonaro
As presidentes do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Rosa Weber, lamentaram o ocorrido em Juiz de Fora com o candidato Jair Bolsonaro.
A ministra Cármen Lúcia manifestou enorme preocupação “com as garantias das liberdades e dos eleitores, qualquer que seja a posição ou ideologia adotada por quem quer que seja e ainda que sejam contrárias, como expressão de um processo eleitoral democrático, devendo ser renegada qualquer forma de violência ou de desrespeito aos direitos, pelo que há se apurar com celeridade, segurança e com apresentação de resultados o que efetivamente se passou, o responsável e qual a medida jurídica a ser imediatamente adotada.”
A ministra Rosa Weber, afirmou que o TSE “repudia toda e qualquer manifestação de violência, seja contra eleitores, seja contra candidatos ou em virtude do pleito. As eleições são uma manifestação de cidadania por meio da qual o povo expressa sua vontade. Inaceitável que atitudes extremadas maculem conquista tão importante quanto é a democracia.”



Veja como foi o desfecho da tentativa de assalto a banco com sequestro de gerente e família em Paulo Afonso

O gerente de uma das agências do Bradesco da cidade de Paulo Afonso-BA, foi ameaçado e teve a família feita refém durante uma tentativa de assalto na madrugada desta quarta-feira (5). De acordo com a Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP), os suspeitos condicionaram a liberação dos familiares à entrega de uma quantia em dinheiro, que deveria ser sacada pelo funcionário.

O crime teve início na noite desta terça-feira (4), quando as vítimas foram abordadas na porta de casa, no bairro Clériston Andrade. Ainda segundo a polícia, a quadrilha amarrou a família do gerente e afirmou que, caso ele não entregasse o montante, todos iriam morrer. O funcionário do banco se dirigiu à agência nesta manhã, com alguns objetos amarrados ao corpo, que, segundo os suspeitos, se tratavam de explosivos. Ele contou aos policiais que ameaçaram detonar as bombas se o dinheiro não fosse entregue.

A SSP afirmou também que, enquanto o gerente estava na agência para efetuar o saque da quantia, uma denúncia do crime foi recebida pelos policiais. Os suspeitos perceberam a chegada da polícia e fugiram. Na ação, não houve feridos nem nada foi roubado. Toda a família foi encaminhada à delegacia e o funcionário permaneceu no banco com agentes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), por causa da suspeita de explosivos. Todo o material amarrado a ele foi levado para perícia.

O roubo foi frustrado por equipes do 20° BPM e da 18 Coorpin, ambas de Paulo Afonso, que, também nesta quarta-feira, evitaram uma ação de criminoso em uma agência bancária na cidade de Pedro Alexandre, no nordeste baiano. Durante a operação, um dos integrantes da quadrilha foi baleado, mas todos conseguiram escapar. Os suspeitos das duas tentativas de roubo a banco continuam foragidos e estão sendo procurados pela polícia.Fonte: pa4.com.br



Foto: Leitor PA4
Foto: Leitor PA4
Foto: Leitor PA4
Foto: Leitor PA4
Foto: Leitor PA4
Foto: Leitor PA4

Haddad é denunciado por corrupção, quadrilha e lavagem de dinheiro

 candidato à vice presidência pelo Partido dos Trabalhadores (PT) Fernando Haddad foi denunciado pelo Ministério Público de São Paulo (MP-SP) por corrupção, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. Segundo a denúncia apresentada pelo MP nesta segunda-feira (03), Haddad teria recebido R$ 2,6 milhões de propina durante a campanha em que concorria à prefeitura de São Paulo em 2012.
Segundo o MP, a propina teria sido paga pela empresa UTC Engenharia e tinha o objetivo de pagar as dívidas da campanha. Com o impedimento de Lula, Haddad deverá ser o candidato à Presidência pelo PT. Na semana passada ele foi denunciado pelo MP por improbidade administrativa e enriquecimento ilícito.
Nesse contexto de dissimulação, ocorreu o pagamento, em parcelas, da vantagem indevida no valor de R$ 2,6 milhões, de forma direta em favor do PT (Partido dos Trabalhadores) e de forma indireta em favor do ex-prefeito Fernando Haddad (mandato exercido de 2013 a 2016).
Em nota, a assessoria de Haddad afirmou que a denúncia não tem provas e que se surpreende com as ações propostas pelo MP. Esta foi a segunda vez que Haddad foi denunciado pelo MP em uma semana.

Ministro do TSE suspende propaganda eleitoral do PT no rádio com Lula

O ministro Luis Felipe Salomão, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), aceitou o pedido do Partido Novo e suspendeu a propaganda eleitoral do PT na rádio, em que o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é apresentado como candidato, como o próprio ministro descreve.

“De fato, o programa expressamente faz referência a Lula como candidato a presidente – de maneira enfática -, em frontal oposição ao que foi deliberado pela Corte”, assinala Salomão.

De acordo com o ministro, o programa de rádio não deixa “margem a dúvidas” de que estão sendo descumpridas as deliberações do TSE. Em sessão que acabou na madrugada deste sábado, a Corte Eleitoral negou o registro de candidatura à presidência do petista e o proibiu de aparecer como candidato no horário eleitoral do PT.

“Há urgência para a decisão, porquanto se persistir a prática do descumprimento pode causar tumulto e transtorno ao pleito, além de prejuízos inegáveis aos demais candidatos”, observa o ministro, que na hipótese de descumprimento de sua decisão, aplica multa no valor de R$500 mil para cada propaganda eleitoral veiculada no rádio em desconformidade com a decisão do plenário do TSE.

Salomão é um dos relatores de três pedidos apresentados pelo Partido Novo neste domingo, 2, no TSE.

Além da ação contrária ao programa da rádio, a sigla ajuizou representação para suspender propagandas na TV, que está sob relatoria do ministro Carlos Bastide Horbach, e uma petição geral apresentada dentro do processo de registro de Lula, que tem como relator o ministro Luís Roberto Barroso.

O candidato a presidente da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, também entrou com ação contra a propaganda eleitoral do PT transmitida na televisão. (Via: Estadão)

Carreata toma as ruas de Belém do São Francisco em apoio ao candidato Jair Bolsonaro; Confira as fotos

No fim da tarde deste domingo (02), foi realizada na cidade de Belém do São Francisco, uma carreata de apoio ao candidato à presidência da república, Jair Bolsonaro (PLS).
Com início às 17h, a carreata partiu da Orla da cidade, percorrendo as principais ruas e avenidas do município, com paredões e carros de som animando o percusso, com músicas de campanha e o hino nacional, pessoas paravam nas calçadas para ver a “Onda Bolsonaro” passar.
Confira algumas fotos:
Fonte : Didi Galvão

Jovem de 22 anos é acusado de estuprar irmã de 12 anos em Salgueiro, PE

Policiais militares prenderam nesse domingo, 2, um jovem de 22 anos acusado de estuprar a irmã de 12 anos em Salgueiro. Segundo informações do 8° BPM, o caso aconteceu na noite do último sábado, 1, na Rua Santa Luzia, no bairro Divino Espírito Santo.
Policiais militares foram ao local por solicitação da mãe do acusado e da vítima. A mulher denunciou que o filho havia abusado sexualmente da garota pré-adolescente. A menina foi levada para o Hospital Regional de Salgueiro, onde passou por exame que comprovou o estupro.
No dia do crime, os policiais ainda avistaram o jovem e tentaram prendê-lo, mas ele conseguiu fugir. Ontem, resolveu voltar para casa e acabou capturado, chegando a ser agredido por populares. Um inquérito foi aberto na Delegacia de Polícia Civil da cidade para apurar o crime.
Fonte : Alvinho Patriota