Haddad é denunciado por corrupção, quadrilha e lavagem de dinheiro

 candidato à vice presidência pelo Partido dos Trabalhadores (PT) Fernando Haddad foi denunciado pelo Ministério Público de São Paulo (MP-SP) por corrupção, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. Segundo a denúncia apresentada pelo MP nesta segunda-feira (03), Haddad teria recebido R$ 2,6 milhões de propina durante a campanha em que concorria à prefeitura de São Paulo em 2012.
Segundo o MP, a propina teria sido paga pela empresa UTC Engenharia e tinha o objetivo de pagar as dívidas da campanha. Com o impedimento de Lula, Haddad deverá ser o candidato à Presidência pelo PT. Na semana passada ele foi denunciado pelo MP por improbidade administrativa e enriquecimento ilícito.
Nesse contexto de dissimulação, ocorreu o pagamento, em parcelas, da vantagem indevida no valor de R$ 2,6 milhões, de forma direta em favor do PT (Partido dos Trabalhadores) e de forma indireta em favor do ex-prefeito Fernando Haddad (mandato exercido de 2013 a 2016).
Em nota, a assessoria de Haddad afirmou que a denúncia não tem provas e que se surpreende com as ações propostas pelo MP. Esta foi a segunda vez que Haddad foi denunciado pelo MP em uma semana.