Protesto dos caminhoneiros continua: 'Sairemos quando a Petrobras publicar acordo no diário oficial'

O protesto dos caminhoneiros continua. A afirmação é de motoristas de Feira de Santana -BA que continuam paralisados na Avenida Transnordestina, na BR-116 Norte, próximo à Universidade Estadual de Feira de Santana, nesta sexta-feira (25). O movimento chegou ao quarto dia em diversas cidades do país.
Eles ressaltaram que não chegou até eles, os detalhes do acordo de suspensão do protesto por 15 dias firmado na noite de ontem (24) em uma reunião de mais de seis horas com representantes de entidades de caminhoneiros e os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil), Carlos Marun (Secretaria de Governo), Eduardo Guardia (Fazenda) e Valter Casimiro (Transportes).
Ao Acorda Cidade, o motorista Eudes Guedes afirmou que o movimento será suspenso apenas quando a Petrobrás publicar o acordo no Diário Oficial e o preço do combustível abaixar nas bombas..
“A gente só arreda o pé daqui quando a Petrobrás publicar no diário oficial a quedo combustível. Só 10% para gente não é viável. A reunião de ontem não serviu para nada porque não saiu nada no diário oficial então a gente continua a manifestação. Do comando geral não chegou nada até nós. Temos contatos com outras cidades e está todo mundo firme e forte”, declarou.
O caminhoneiro Hélio Rebouças disse ao Acorda Cidade que em Feira de Santana estão sendo liberados os caminhões de alimentos perecíveis e que os caminhões foram movimentados com ajuda da Polícia Rodoviária Federal apenas para dar mais espaço nas rodovias.
“Ninguém deixou o protesto. A manifestação em Feira de Santana foi considerada a mais organizada do Brasil”, declarou.
Alimentos
Os caminhoneiros estão recebendo "quentinhas" distribuídas por empresários e outras pessoas que passam pelo local do protesto. Em entrevista ao Acorda Cidade eles agradeceram o apoio e enfatizaram que a luta é de todos. Motoristas de Uber e do transporte alternativo também declararam apoio ao movimento.
Com informações do repórter Ed Santos do Acorda Cidade