Lasmar diz que Dani Alves precisará passar por cirurgia e ficará seis meses parado

Lasmar evitou entrar em detalhes sobre o problema físico de Daniel, mas a definiu como uma "ruptura do ligamento cruzado anterior", afirmando que o diagnóstico e o procedimento inicial realizado pelo PSG foi correto. Apontando que a cirurgia ainda deve demorar algumas semanas para ser realizada, o médico fez seu relato sobre a reação de Daniel.
- Claro que ele ficou muito chateado. É um jogador experiente, às vésperas da Copa. Tem equilíbrio e uma força... Ele queria saber o que precisava fazer para jogar bola na mesma condição antes. Ele imediatamente virou a página para se recuperar o mais rápido possível. Quer se recuperar o mais rápido possível - resumiu.
Daniel Alves sofreu uma lesão no joelho direito no segundo tempo da decisão da Copa da França, contra o Les Herbiers, na última terça-feira. O jogador deixou o campo, caminhou com aparente normalidade na sequência e participou da comemoração do título ao lado dos companheiros. Um exame realizado no dia seguinte, entretanto, mostrou uma desinserção no ligamento cruzado anterior do joelho direito. Isso significa que o ligamento se soltou de um osso. E também houve entorse na região.
- O Daniel, após ser avaliado com exames clínicos e de imagem, constatamos a lesão no ligamento cruzado anterior. É uma lesão que determina tratamento cirúrgico que vai acontecer em um momento quando o joelho permitir. Num primeiro momento o joelho fica inchado e precisamos esfriar o joelho. Ou seja, recuperar a movimentação e tirar a dor para que a cirurgia aconteça num momento adequado. Provavelmente será aqui em Paris pelo PSG. Mas data será definida pelo jogador e pelo clube - disse Lasmar.
Por isso, o médico da seleção brasileira, Rodrigo Lasmar, viajou rumo a Paris para avaliar o lateral pessoalmente - diante do temor de que Daniel não pudesse estar recuperado a tempo da Copa do Mundo. Nesta sexta-feira, Lasmar chegou à conclusão de que o brasileiro não estaria apto a entrar em campo no torneio, tendo sua participação descartada - e confirmando a necessidade de cirurgia.