Padrasto suspeito de abusar e matar criança de dois anos é morto por facção

O suspeito de ter matado e estuprado a própria enteada de apenas dois anos, no bairro de Vila Canária, em Salvador, foi morto na noite de segunda-feira (21) depois de ser capturado por uma facção criminosa. Em um vídeo, que circula nas redes sociais e que foi obtido pelo CORREIO, é possível ver o ajudante de pedreiro Edson Neri Barbosa, 27 anos, amordaçado, sem roupa e com um ferimento na cabeça
Ao CORREIO, um familiar de Ágatha Sophia afirmou que o homem que parece nas imagens é Edson. Ele estava foragido desde o domingo (19), dia em que a menina morreu antes mesmo de dar entrada em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de São Marcos, para onde foi levada desacordada pela mãe. 
No vídeo de 15 segundos, é possível ver o ajudante de pedreiro sem roupa, com um pano amordaçando a boca e com as mãos atadas por uma corda. Durante as gravações, homens aparecem afirmando que fazem parte da facção criminosa Bonde do Maluco (BDM). "Olha para a puta aí. A puta está pedindo até por favor agora", diz um dos homens que registra a cena. 
Em um outro momento um outro homem diz: "Vai morrer, viado. Vai morrer. Estrupando os outros, né? (sic)", fala enquanto o suspeito leva um tapa no rosto. "Mexeu com criança a gente mata, estuprador maldito", completa o homem com celular em punho. O CORREIO optou por não divulgar o vídeo.
Polícia Civil divulgou foto de Edson Neris Barbosa, 27: suspeito do crime (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Ainda de acordo com familiares da menina, na tarde desta segunda-feira (21), Jéssica Silva, 21, mãe de Ágatha Sophia, uma irmã e uma tia foram ouvidas pelo Departamento de Homicídio de Proteção à Pessoa (DHPP), no bairro da Pituba. 
A Polícia Civil informou que equipes da 1ª Delegacia de Homicídios – Atlântico (DH / Atlântico) do DHPP investigam a morte de um homem, que teve o corpo encontrado com marcas de tiros, na estrada do CIA/Aeroporto, na noite de segunda-feira (21). "A polícia aguarda laudo pericial do IML para identificação da vítima", afirmou a polícia.
Abuso sexual
De acordo com assessoria de comunicação da Secretaria da Saúde de Salvador (SMS), Ágatha deu entrada na UPA de São Marcos na companhia da mãe e já sem sinais vitais. Uma equipe de médicos que estava de plantão realizou procedimentos a fim de reanimá-la, mas a menina já estava morta.
Ainda de acordo com a pasta, não há como saber a causa da morte. “A SMS esclarece que não realiza investigação da causa da morte, procedimento de anuência do IML, local para onde o corpo foi encaminhado”, disse em nota. 
Contudo, parentes afirmam que os próprios médicos da unidade os alertaram sobre a possibilidade da menina ter sido abusada sexualmente antes de sofrer uma parada cardiorrespiratória – o que teria sido a causa da sua morte.
De acordo com o Departamento de Polícia Técnica (DPT), o laudo que atesta o que matou a menina só deve ficar pronto em 15 dias, podendo ser prorrogado caso haja necessidade. O DPT não informou quais exames seriam realizados no corpo de Ágatha.
Jéssica, 21 anos, com a filha Ágatha Sophia (Foto: Reprodução)
Dia do crime
 A diarista Jéssica de Jesus, 21 anos, disse ao CORREIO que saiu de casa no sábado (19), para realizar uma faxina. Depois do expediente, decidiu não voltar para casa e foi ao encontro de algumas amigas no bairro de Tancredo Neves, onde dormiu, retornando no dia seguinte, no final da tarde de domingo (20), depois de receber uma ligação do companheiro. 
"Ele me ligou e disse que a menina estava passando mal depois de comer arroz com feijão. Me contou que encontrou a minha filha na cama, de barriga pra cima, e vomitando. Com a barriga inchada e uma veia alterada", disse Jéssica. 
A mãe sequer chegou a entrar no imóvel. A alguns metros da sua residência, que fica no final da Rua José Gomes de Aguiar, encontrou com Edson carregando a menina nos braços, enrolada em um lençol. 
"Peguei minha filha desesperada e sai correndo atrás de ajuda. Um homem, que é pastor evangélico, me deu carona até a UPA. Minha filha já estava revirando os olhos. Olhou para mim, tentou falar 'mamãe', mas não deu tempo", completou a mãe. 
Casa onde Ágatha vivia com mãe e padrasto (Foto: Mauro Akin Nassor/CORREIO)
Fuga
Após entregar a criança, Edson retornou para o imóvel, mas não ficou lá por muito tempo. Após alguns minutos, o suspeito fugiu do local, deixando a porta da casa aberta e um dos seus documentos. A polícia, esteve na casa, no domingo, em busca dele, mas não o encontrou. Ele foi visto em um ponto de ônibus do bairro na manhã desta segunda, aparentemente nervoso, subindo em um coletivo que faz o itinerário até a Estação Pirajá.
Na manhã desta segunda, nenhum morador sabia sobre o crime. Afirmam não ter visto e ouvido nada vindo da casa que fica em uma parte não asfaltada da rua. A ajudante de pedreiro Jacinara da Silva Souza, 41, que mora a 100 metros da residência da família, ficou surpresa ao saber da morte da criança. Ela conta que Àgatha era vista sempre na companhia do padrasto e que costumava brincar com outras crianças do bairro. 
"Semana passada ela esteve na minha venda chorando. Queria um queimado que custava R$ 0,25, mas o padrasto só tinha R$ 0,20. Vendi. Se eu soubesse que a menina ficava em casa sozinha com ele, eu mesma teria pedido para a mãe que ela ficasse aqui comigo e meus filhos. Lamentável o que aconteceu", desabafou.
Violento
Se por um lado os vizinhos nunca haviam presenciado nenhuma cena que os fizesse duvidar da conduta do acusado, por outro, um primo da menina, que preferiu não se identificar, disse que Edson batia na criança. "Uma vez, a menina caiu. Quando ela se levantou, Edson deu um tapa nas costas dela e Ágatha caiu de novo, de cara no chão", lembra. A mãe também afirmou já ter apanhado dele.
Os três haviam se mudado há cerca de seis meses para a Vila Canária. Antes, moravam no bairro de Tancredo Neves. Jéssica tem um outro filho de 5 anos, que mora com a avó, no Subúrbio. Edson também é pai de um menino de 4 anos, de outro relacionamento. O pai de Ágatha morreu há cerca de dois anos.
Justamente por ser novato na rua, as pessoas pouco sabiam da rotina do suspeito. Na localidade, ele era conhecido como Grande. Na internet ele também apresentava um perfil discreto. Em uma das suas redes sociais há apenas uma única foto dele e com o rosto coberto por um emoji. "Como se quisesse esconder alguma coisa", afirmou o primo. 
Telefonema
Durante um telefonema para a companheira, na manhã desta segunda, Edson, tentou justificar o ocorrido. "Eu não mexi nela, não. Você acha que eu, que eu, vou... (inaudível). Eu só fiz bater. Bati sábado".
Edson está sendo procurado pela Polícia Civil desde a noite desse domingo. Nesta segunda, foi "apontado como o autor do estupro da enteada" pela polícia, que divulgou foto dele. 
O CORREIO teve acesso a dois áudios de um telefonema feito pelo suspeito para a mãe da vítima, além de uma série de mensagens de texto. Durante um trecho da ligação, Edson tenta argumentar que não foi o autor do estupro e que "não tocou na menina".
Em outro momento, ele pergunta à companheira se a polícia já tem conhecimento do caso e pede que ela não entregue os seus documentos. O ajudante de pedreiro sugere também um encontro entre os dois.
Já durante uma troca de mensagens, por volta das 9h, Edson pediu perdão à mãe da menina e tentou saber o estado de saúde da vítima.
"Por favor, atende. Estou sofrendo. Amo ela. Ela vai ficar boa. Estou sofrendo, amor. Não sei o que eu faço. Me ajuda, por favor. Me perdoa, amor", escreveu.
Jéssica tentou esconder do companheiro que a filha tinha morrido, como uma forma de tentar descobrir o paradeiro dele. A Polícia Civil informou que a 2ª Delegacia de Homicídios (DH/Central) investiga o caso. Em um primeiro momento, segundo a polícia, foram expedidas as guias para perícia e exames médicos.

FONTE : correio24horas.com.br -com supervisão do chefe de reportagem Jorge Gauthier

Acusado de estuprar a própria tia é preso por policiais da delegacia de Cabrobó

Policiais Civis da delegacia de Cabrobó foram informados que uma cadeirante havia sido estuprada pelo próprio sobrinho na manhã desta segunda feira (21), na Ilha de Assunção, em Cabrobó.
Diante da informação, os policiais se deslocaram ao local do fato e se depararam com a vítima ainda despida e em estado de choque, sendo encontrada no quarto uma camisinha usada. Ante a situação, foi promovido o socorro da vítima e, em seguida, após diligências, foi localizado o imputado, que confessou o fato, alegando que estava sob efeito de álcool no momento da ação. No local de captura do imputado, foi apreendido duas sacolas plásticas contendo Maconha, que chegou a pesar 0,177 kg.
O que mais chamou atenção no caso foi o fato de o imputado ser sobrinho da vítima, bem como o fato dela ser inválida, pois não anda e nem fala, o que não teve nenhuma chance de defesa.
Por ordem do Dr. Elioenai, delegado titular de Cabrobó, o imputado foi preso e recolhido à cadeia local, bem como o caso continua sendo investigado para saber se já havia ocorrido anteriormente mais violência sexual contra a vítima.
EFETIVO EMPREGADO:
Delegados – Dr. Elioenai e Emanuel Caldas;
Agentes – Emanuel Helton; Albanyse Laurindo
Delegacia de Cabrobó lutando pela incolumidade do povo cabroboense!
POLÍCIA CIVIL DE PERNAMBUCO 25° DESEC/CABROBÓ – DELEGACIA DA 211°CIRC/ CABROBÓ
Por

Criança de dois anos morre após ser abusada sexualmente

Segundo informações da PM, o caso aconteceu por volta das 23h, na rua Carlos Gomes de Aguiar. A criança chegou a ser socorrida pela mãe e levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de São Marcos, mas não resistiu.
A Polícia Militar informou que quando a equipe da 47 ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/São Marcos) chegou ao local do crime, o suspeito já tinha fugido. O caso é investigado pela Polícia Civil.
Fonte: G1

Homem esfaqueia mulher em discussão por conteúdo de celular

Um marceneiro, de 40 anos, foi preso por tentativa de feminicídio durante a madrugada de sábado (19), no bairro Cristo Rei, em Rio Preto. Ele esfaqueou a esposa depois de mexer no celular dela.
De acordo com o boletim de ocorrência, a polícia foi acionada para atender um caso de uma mulher encontrada ensanguentada em uma rua do bairro Cristo Rei. A vítima estava desorientada e com ferimento no ombro direto.
A mulher disse que havia levado a facada durante um roubo, no entanto, testemunhas no local contaram que ela tinha sido agredida pelo marido. Uma das vizinhas contou que foi chamada pelas crianças, que viram toda a agressão.
Os militares foram até a casa e encontraram o suspeito. Ele confessou que agrediu a mulher durante uma discussão e entregou a faca usada no crime. 
A vítima foi socorrida e levada para a Unidade de Pronto Atendimento da Vila Toninho. Ela contou que estava ingerindo bebidas alcoólicas com o companheiro, quando ele mexeu no celular dela, ficou nervoso e a agrediu.
O marceneiro permaneceu preso, à disposição da Justiça. Ele vai responder pelo crime de tentativa de feminicídio. Fonte:dhojeinterior.com.br

Ônibus de prefeitura que levava pacientes para exames em Salvador despenca de ponte

Um acidente entre um ônibus e uma carreta deixou 23 pessoas feridas, na madrugada desta quinta-feira (17), na BR-101, no interior da Bahia. O ônibus é da Secretaria de Saúde da cidade baiana de Laje e levava pacientes para realizar exames médicos em Salvador.
Segundo informações da Polícia, o acidente aconteceu por volta de 1h, após os veículos colidirem. A batida aconteceu próximo ao entroncamento da cidade de Laje e, por conta do impacto, o ônibus despencou de uma ponte e caiu no matagal. A causa da batida ainda não foi descoberta.
Das 29 pessoas que estavam no veículo, 23 se feriram. Duas foram encaminhadas para o Hospital Regional de Laje e os outros 21 feridos foram levados para uma unidade hospitalar de Santo Antônio de Jesus, no Recôncavo da Bahia. Não há informações sobre o estado de saúde das vítimas. O motorista da carreta fugiu do local do acidente sem prestar socorro.
VN

Enem 2018: resultado é divulgado pelo Inep

As notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 foram divulgadas na manhã desta sexta-feira, 18. Os candidatos que fizeram o exame podem acessá-las pela Página do Participante, no site enem.inep.gov.br ou pelo aplicativo Enem 2018.
Para acessar, é preciso informar CPF e senha. O espelho da Redação, ou seja, detalhes da correção do texto só sairá no dia 18 de março, junto com as notas dos treineiros.
Nesta sexta, o Inep também divulga os resultados gerais, com a proficiência média das quatro áreas de conhecimento e da Redação.
Os resultados no Enem podem ser usados pelos estudantes para concorrer a vagas em instituições públicas de ensino superior por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), a bolsas em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni), e para participar do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).
As inscrições para o Sisu começam na próxima terça-feira, 22, e vão até

BNDES divulga a lista dos 50 maiores tomadores de recursos

Maiores tomadores de dinheiro do BNDES! Enfim como prometido recentemente o Banco acaba de divulga a relação das 50 empresas que mais emprestaram dinheiro do BNDES e a quantidade de recursos tomados.

Segundo o BNDES ( O banco nacional do desenvolvimento) esse ranking dos 50 maiores clientes considera o total contratado por CNPJ, sendo que as operações do Cartão BNDES, com pessoas físicas e debêntures simples não encontram-se incluídas nessa lista do top 50.
A lista abaixo mostra os maiores tomadores em todos os anos, porém no site do BNDES é possível consultar os maiores tomadores de recursos em diferentes períodos.

Baixe aqui a lista em PDF completa das 50 maiores empresas tomadoras de crédito em todos os anos com seus respectivos valores.
Fonte: BNDES